quarta-feira, 7 de julho de 2010

Facebook permissivo?

Essa dica de matéria eu ví no twitter da blogueira Substantia Jones, o Adipositivy. O link encaminha para uma uma matéria assinada por Laura Beck que trata dos grupos de ódio aos gordos no Facebook e da indignação da mesma com a falta de proteção que os gordinhos recebem do site. Vou traduzir a idéia mais importante do artigo - não traduzirei exatamente TUDO - porque achei interessante levantar essa discussão aqui com vocês (as partes que eu traduzí do artigo estão em itálico okay?).

"O Facebook proteje muitos grupos dos discursos de ódio. Mas aqui vai um que ele não proteje: os gordos. Aqui vão alguns nomes de grupos que vocês encontrar no Facebook. 

- Lindas garotas, de todo mundo, menos você vaca gorda. 
- Amigos não deixam amigos transarem com vadias gordas
- Ser gorda e feia

(Nota da tradutora: a autora do artigo cita mais de três comunidades, mas sério? Não quero traduzir tudo, não acho saudável, nem necessário). 

Tirando a falta de criatividade e a péssima gramática, isto não pode continuar. Quando um usuário cria uma conta no Facebook eles são notificados assim: 'grupos que ataquem uma pessoa ou um grupo de pessoas (exemplos racistas, sexistas e outros grupos de ódio) não serão tolerados. Criar tais grupos resultará no término de suas contas no Facebook.'".

Laura Beck explica que dentro do Facebook mesmo grupos como gays e transexuais, que não são protegidos por discriminação pelas leis federais não tem comunidades de ódio dentro do Facebook e que são minorias mais respeitadas do que os gordinhos. "E não é porque não exista no Facebook uma pessoa que não odeie gays e transexuais, é apenas porque sempre que um grupo destes é criado ele é logo removido." explica ela. Os grupos de ódio aos gordos no entanto, continuam lá, inclusive publicando fotos de mulheres sem a sua devida permissão. Shannon Russell, criador do grupo "Facebook por favor pare de permitir o ódio aos gordos" disse que vários emails mandados à companhia ficaram sem resposta.  

O que eu parei para pensar foi: nós aqui utilizamos o Orkut e é sabido que existem váááárias comunidades de hostilidade e ódio aos gordinhos. Uma vez eu visitei uma delas e fiquei muito chateada de ler as coisas que lí. Depois, nunca mais entrei, ler aquilo só me fez sentir mal, que as pessoas tenham tanto ódio no coração por outras pessoas, apenas porque elas são diferentes. E o que vocês acham? Vocês também gostariam que as comunidades em Orkut e Facebook que proclamam ódio contra um grupo acabassem? E se sim, o que poderíamos fazer e como poderíamos fazer?  

Mande seus comentários e ou sugestões! Beijos, Ana Paula.

4 comentários:

kalli disse...

Pouco uso o Facebook mais fico bem feliz de saber que tem gente tentando ser ouvida por lá.

Bem no inicio do orkut eu já briguei com pessoas dessas comunidades medonhas hahaha.

Inclusive na mais famosa delas no inicio era algo odeio gente gorda, eu conheci um cara médico e cardiologista recem formado... e o questionei como vc pode estar nessa comunidade? Afinal vc estudou sabe muito bem que ser gordo muitas vezes não é por opção e estando em comus assim vcs privam nós GORDOS de ser feliz e ser feliz é uma opção.

Sei que por fim o bofe saiu da comu e acho que mudou seu ponto de vista... sei que ele esta no meu orkut ate hj.

Tomara que consigam abolir isso do Facebook , do orkut não sonho é muita bagunça hahahaha.

Papu Morgado disse...

Algumas semanas atrás havia uma comunidade babaca que era algo como "salvar o mundo das gordas usando legging" e o pior e que usaram várias fotos de blogs fatshion. As meninas postaram, reclamaram e até cheguei a linkar um texto mto bom que ela escreveu. Acho que o jeito é escrever muitas cartas para o facebook ou fazer um abaixo assinado com todas as pessoas que conseguirmos para retirar isso do ar.
O preconceito contra o gordo é ainda muito "natural" e precisamos mostrar com todas as letras que é tão medonho qto qualquer outro.Alimentar o ódio e uma coisa que deve ser controlada sim, seja quais forem os grupos vitimados. Acho que um abaixo assinado ou coisa assim pode ser uma boa idéia, a força do grupo é sempre maior.
Depois tem umas pessoas idiotas que acham que o Fatkut é segregação: é muito mais uma necessidade!
Beijosssssss

Larissa disse...

MEU DEUS! Que coisa horrível. A gente sabe que o preconceito existe, mais isso é muito mais que preconceito...Meu DEUS, aonde vamos parar?!
BEIJOS, LARA.

Baby disse...

Eu tenho Facebook e criei la uma Campanha chamada Beleza não tem tamanho, onde eu link ou posto, textos e fotos do mundo pluz size, convidando a todos os meus amigos a aderirem a uma campanha por um mundo mais real....e sempre fui bem recebida. Nunca tive nenhum tipo de comentario maldoso ou desrespeitoso.