segunda-feira, 24 de maio de 2010

"Se ela fosse magra"

Fluvia Lacerda
Hoje de manhã, eu fiquei muito satisfeita de conferir a Fluvia Lacerda no programa Hoje em Dia da Record. Ela é linda e se provou muito simpática! Adorei mesmo. Daí que comentando dela por aí, eu ouví o seguinte comentário: "nossa, mas se ela fosse magra ela arrasava"! Fiquei estarrecida. Ela arrasava? Oi, ela JÁ não arrasa? Tipo, ela é modelo, mora em NY, sai em várias revistas e outras publicações, dá entrevistas e não é só no Brasil não. A Fluvia faz mais sucesso lá fora do que aqui. Mas é que existe uma falsa premissa de que magreza é sinônimo de felicidade. Quando eu era mais nova ouví várias vezes que quando eu fosse magra eu ia poder fazer tudo que eu quisesse, ia poder vestir isso, usar aquilo e que todos os homens estariam aos meus pés. Primeiro, eu faço e visto o que eu quero. Segundo, desde quando isso ou ter todos os homens aos meus pés é garantia de alguma felicidade? Fosse assim, todos os ricos e bonitos teriam ai sua fórmula garantida. Não é o que a gente vê por aí, não é mesmo? As pessoas precisam parar de associar felicidade com forma física ou estaremos comprometidos para sempre com um fututo melhor. Felicidade é um estado de espírito, felicidade começa de dentro pra fora e não o contrário.  E eu sei que isso é um grande clichêzão, eu sei. Mas se alguém pensar algo diferente que funcione, se alguém tiver uma definição de felicidade que não esbarre num clichê sou todo ouvidos. Se você fosse magra talvez tudo fosse diferente. Talvez você fosse outra pessoa. Ou não. Quem é que vai saber? Como viver em cima de possíbilidades? Como viver em cima de um "E SE"? Eu digo: se algo lhe incomoda no seu corpo acho que é muito natural que você queira mudar, queira ser diferente. Se você é gorda e quer emagrecer, se é magra e quer engordar, qualquer coisa. Eu sou a favor de mudarmos em nós aquilo que não gostamos desde que não seja o único objetivo em sua vida. O que não dá é pra jogar toda a sua felicidade em cima disso ou achar que pra ser feliz você precisa obedecer a qualquer padrão, como se  suas satisfação pessoal dependesse disso, porque ela não depende. A felicidade está no que você faz e não no que você é ou deixa de ser. Então tá acima do peso? Vai fazer algo a respeito, mas lembre-se, não são os quilos a menos que vão te fazer feliz. É VOCÊ que vai se fazer feliz com qualquer peso na balança. Então minha resposta aos entusiastas da filosofia "se ela fosse magra" é: Fluvia, bem como tantas outras nos mostra todos os dias que sucesso e felicidade não são pesável, eles independem de fatores externos, como a beleza. Você pode ter o sucesso e a felicidade que quiser e está apenas em suas mãos conseguir o que almeja. Você não precisa ser nada. Não precisa ser capa, nem magra e nem rica. Precisa apenas ser você.

Beijos, Ana Paula.

7 comentários:

Tamanho Maior disse...

araza muiito essa nossa represente de peso!
e adorei a entrevista dela , eu estava super pra baixo e ela me deu uma energizada!
e isso mesmo infelizmente muita gente asocia forma fisica a felicidade e nos sabemos q somos feliz com nossos quilinhos a mais naum eah!
Bjo

* BaLaLa* Bárbara Cocev disse...

Falou e disse, adoro esse blog nunca comento eu sei...mais vou comentar mais por isso faz parte da minmha realidade, que impõe que minha felicidade está ligada ao numero que calça que eu visto!!!

beijos
Sucesso
BaLaLa

Marcela disse...

Adorei o post e tb cansei de ouvir na infância q seria tudo melhor se fosse magra. Só agora estou conseguindo viver independente do q os outros pensam. beijos

Pah Machado disse...

Nuooooooooossa, confesso qua até eu ja me peguei com esse tipo de pensamento: " seu eu fosse magra, tudo, tuuuuuuuuudo mesmo, seria diferente"!!!!
Mas ao msm tempo, vejo tantas pessoas, lindas, bem sucedidas, com o corpo perfeito e que não sao felizes...
Logo, ser magra não é tudo.. Ser magra é apenas 1 atributo de tantos que podemos possuir...

Desde entao, eu me permito!!!!

bjOOOOO

Papu Morgado disse...

Tem um texto ótimo da Kate Harding do blog Shapely Prose The fantasy of being thin. (TFOBT) http://kateharding.net/2007/11/27/the-fantasy-of-being-thin/
Eu estou querendo traduzir para o blog, mas se vc se animar, fica à vontade rsrsrs Adorei seu texto! beijinhos

Valkika disse...

Temos a falsa ilusao de ser magra tudo vai mudar ...
Na verdade as coisas continuam como sempre foram .

♥Di Santos♥ disse...

Quem sabe se ela fosse magra ela nem faria sucesso, pq com um mercado de modelos esqueleticas tão competitivo, ela seria somente só mais um rosto bonito...
Fluvia arrazaaaaaa muitooooo...
bjinhux e adoro seu blog...