terça-feira, 21 de abril de 2009

Apertem os cintos

Apertem os cintos de seguranças, mas saibam que se ele não fechar vocês correm o risco de pagarem duas passagens, queridos. Existe agora nos Estados Unidos uma política de se cobrar duas passagens aos passageiros mais corpulentos. Vocês acham que essa "moda" pega no Brasil?

Companhias áreas nos Estados Unidos agora cobram por duas passagens quando seu ocupante não consegue caber confortavelmente em apenas um assento e não existem outros assentos disponíveis. A United Airlines tomou sua decisão alegando que após receber setecentas queixas sobre passageiros acima do peso no ano passado decidiu então começar a cobrar pelo assento extra que uma pessoa obesa ocupa. A decisão certamente gera muita polêmica, uma vez que cerca de 34% dos americanos são obesos. Uma pesquisa revela que entre 1960 e 2002 o americano ganhou cerca de 13 quilos. A americana ganhou 12 quilos e os assentos em aviões não mudaram absolutamente nada. Porque não disponibilizar uma parte de assentos maiores uma vez que é sabido que existem passageiros maiores? O critério utilizado para a companhia de quem cabe ou não no assento é: se o passageiro consegue abaixar o descanso de braço e se consegue fechar o cinto de segurança. A United Airlines em resposta aos diversos protestos declarou oficialmente que a nova política da companhia “foi criada para o conforto e bem estar dos nossos passageiros a bordo e é responsável pelas setecentas queixas feitas no ano passado de clientes que não tiveram um vôo confortável por que o passageiro vizinho invadiu seu assento”. A pergunta que não quer calar é: bem estar de que passageiros? Uma vez que a companhia numa atitude extremamente punitiva decide cobrar o dobro de passageiros acima do peso, o bem estar de quem está envolvido? Ou apenas passageiros magros interessam às companhias? Não estou dizendo que um passageiro magro tenha que ficar espremido durante um vôo porque eu ocupo mais espaço, mas as companhias aéreas cientes do fato de que uma parte da população é de fato maior, porque não disponibilizar alguns assentos maiores em suas aeronaves? Porque a medida totalmente arbitrária de cobrar do passageiro duas passagens? De um jeito ou de outro, a nova política é discriminatória e injusta e punitiva. Existe uma petição online criada para protestar contra a atitude abusiva da United Airlines e apesar dela estar toda em inglês não é muito difícil você votar, basta apenas fornecer seu email e seu nome, optar se quer que ele fique público, disponível ao autor da petição ou totalmente privado e deixar um comentário se quiser. O endereço da petição é: http://www.petitiononline.com/cgi-bin/petition_html.cgi?NoUNITED (até o fechamento desta matéria 598 pessoas tinham assinado a petição) e se vocês quiserem assiná-la e tiverem alguma dúvida basta me perguntarem ok? Beijos e uma boa semana a todos nós.

Esta matéria foi baseada na matéria feita pelo site da CNN.

2 comentários:

●๋•ναηєѕѕα●๋• disse...

Meu fala sério! cobrar por dois lugares??? que absurdo... não é mais facil fazer um acento maior ou sei lá... que coisa mais praconceituosa jesus... se a passagem foce barata mais não é... já marquei presença na petição...=) bjos seu blog esta cada vez melhor...=)

Papu Morgado disse...

Oi, não consegui assinar a petição, está dando um erro, um aviso de que foi descontinuada. Tem algum outro link? bjs